• Universo Uia

Micromachismos

Atualizado: 27 de Nov de 2020


O machismo é tão arraigado na nossa cultura que, muitas vezes, o reproduzimos sem perceber. Preparamos uma série explicativa de conceitos de Micromachismos cotidianos. Aquelas pequenas atitudes aparentemente inofensivas, mas que ajudam a perpetuar a desigualdade de gênero.



1 . Mansplaining

O primeiro conceito é o Mansplaining. Ele retrata a atitude de um homem que explica para uma mulher algum assunto que ela domina ou mesmo um assunto óbvio, como se ela não fosse intelectualmente capaz de compreender.

Mas qual o problema nisso? Crescer vivenciando o mansplaining pode minar a confiança das mulheres, tanto na vida pessoal quanto profissional. E aí, já sentiu algo parecido?



2 . Manterrupting


Estudos mostram que, em geral, mulheres tendem a ter suas falas mais interrompidas do que os homens. Mais um exemplo de machismo cotidiano velado, que não damos muita importância, mas que, inconscientemente, pode abalar a confiança de qualquer mulher.

O mais interessante é que, mesmo mulheres cortam mais as falas de outras mulheres do que de outros homens. Isso só mostra o quanto é nocivo esse sistema para todos.


O neologismo Manterrupting é importante não para silenciar os homens, mas para evitar que silenciem as mulheres. Devemos começar nos conscientizando desta prática corriqueira, para então conseguirmos evitá-la. Será que um dia veremos uma mudança dessa cultura em todas as esferas de poder?



3 . Gaslighting

Mais um exemplo de micromachismo velado, que acontece cotidianamente com as mulheres, tanto em relações amorosas, quanto no trabalho, família e amizades.⠀ O ato de fazer uma mulher questionar a sua sanidade, deixá-la confusa ou insegura, é o pano de fundo para essa violência psicológica. ⠀ No gaslighting, o abusador distorce fatos e inventa histórias com intuito de desorientar a vítima, que quase nunca tem consciência de estar sendo abusada, já que não há uma agressão física. ⠀


"O termo gaslighting tem origem no filme “Gas Light” (À Meia Luz), de 1944, estrelado por Ingrid Bergman e Charles Boyer. O longa é uma adaptação de uma peça de teatro de 1938. Na trama, o marido tenta convencer a mulher, e as pessoas que a cercam, de que ela é louca, manipulando pequenos elementos de seu ambiente e insistindo que ela está errada ou que se lembra de coisas de maneira incorreta." ⠀ Link para a matéria que explica o termo: https://azmina.com.br/reportagens/voce-nao-esta-louca-entenda-como-funciona-o-gaslighting/



4 . Bropriating



Você sabe o que é Bropriating? É mais um daqueles micromachismos cotidianos que a grande maioria de nós mulheres já́ passou, mas não damos muita bola. Parece inofensivo, né? ⠀


Normalmente ocorre no ambiente profissional, quando uma mulher expressa uma ideia e um homem toma o crédito dela para si.


"Historicamente, em função da discriminação de gênero, espaços de trabalho que demandam conhecimento intelectual e poder são predominantemente masculinos." ⠀



"Ter ideias roubadas leva à estagnação profissional, à falta de motivação para trabalhar e até́ mesmo ao bloqueio criativo."⠀

Devemos começar nos conscientizando desta prática corriqueira, para então conseguirmos evitá́-la. Será que um dia veremos uma mudança dessa cultura em todas as esferas de poder? ⠀

Link para a matéria que explica o termo: https://www.geledes.org.br/verbete-draft-feminismo-nos-negocios-o-que-e-bropriating/⠀



#Mansplaining #Micromachismos #Feminismo #Manterrupting #Gaslighting #Bropriating

#universouia

© 2020 por Universo Uia

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco